O QUE É ISSO?

O projeto PASSEANDO PELA HISTÓRIA consiste em mobilizar alunos, professores e funcionários das escolas da rede pública de ensino de Serra Talhada promovendo o acesso aos bens culturais e dos equipamentos atrativos turísticos e histórico, estreitando o diálogo MUSEU-ESCOLA, pela parceria educação formal / não formal, fomentando a discussão crítica de temas multidisciplinares e contribuindo para a construção de uma prática pedagógica inserida na vida social da comunidade escolar da Capital do Xaxado.

O projeto começará nesta quarta feira, dia 09 de maio, com a Escola Municipal Manoel Pereira Neto (Neto Pereirinha), do Bairro Bom Jesus. Nesse primeiro semestre serão contempladas 06 (seis) escolas da zona urbana, e no segundo semestre, serão atendidas mais 06 (seis) da zona rural.

 COMO SE DARÁ A AÇÃO?

Ø Levando as escolas para conhecerem os bens culturais de Serra Talhada, valorizando e preservando a história do Sertão;

Ø Integrando os equipamentos museais e de memória e as escolas do município para o desenvolvimento de futuras ações;

Ø Levando os alunos e professores a conhecerem a história de seu povo e de seu lugar; discutindo com a sociedade às questões como memória, patrimônio simbólico, a democratização do acesso à cultura e a oferta de alternativas qualificadas de lazer para todos;

Ø Estimular a pesquisa e o conhecimento histórico das nossas culturas de raízes, popular tradicional;

Ø Despertar o interesse pelos nossos valores e estimular o conhecimento como verdadeiro meio para conquista da cidadania e criar massa crítica.

QUAL SERÁ O ROTEIRO?

O Projeto PASSEANDO PELA HISTÓRIA irá mobilizar alunos, professores e demais funcionários das escolas da rede pública de ensino para seguinte programação de atividades, acompanhados por Monitores:

a)     Visita a Praça Agamenon Magalhães (Marco Zero da Cidade): Localidade que originou a cidade, que ainda guarda casarios construídos nos Séculos XVIII e XIX, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, construída pelos escravos no Século XVII, a Casa do Artesão, ateliês de artistas plásticos e muitas histórias e lendas que permeiam o imaginário popular;

b)    Visita a Casa da Cultura de Serra Talhada: Onde encontra-se grande acervo da história da cidade, desde a antiga Villa Bella até os dias atuais, aspectos religiosos e as tradicionais famílias que chegaram na região nos primórdios da colonização, biografias dos artistas, padres, prefeitos e um grande acervo em fotografias da cidade, nos anos quarenta, cinquenta e sessenta;

c)     Visita ao Museu do Cangaço: O maior do gênero no Brasil. Os Monitores farão narrativas sobre a vida de Lampião.

1) Sala de multimídia do Museu do Cangaço; Exibição do documentário “Virgolino: do homem ao mito”.

2) Sala de Multimídia do Museu do Cangaço: Palestra com o pesquisador e escritor do cangaço Anildomá Willans de Souza.

3) ØPalco externo do Museu do Cangaço; Aula Espetáculo com o Grupo de Xaxado Cabras de Lampião,

Incentivo: Funcultura / Fundarpe / Secretaria de Cultura / Governo de Pernambuco.

 Parceria:

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA TALHADA

Fundação Cultural de Serra Talhada

Secretaria de Educação