O projeto Transpondo o Passo, idealizado e produzido pelo passista e professor de frevo, Gil Silva, chega ao 3º módulo abordando a temática “Improviso no Frevo”. As oficinas, que tem como objetivo principal formar novos multiplicadores para o ensino da dança do frevo, segue acontecendo no Museu do Cangaço, em Serra Talhada. O projeto possibilita aos participantes, além de aulas práticas, abordagem teórica e o contato com oficineiros convidados que saem do berço onde nasceu o Frevo e vem ao Sertão do Pajeú para somar com as ações do projeto.

No próximo dia 1º de dezembro o projeto abordará o improviso e para isso contará com a presença de Otávio Bastos, que é passista de frevo, professor, coreógrafo e youtuber. Otávio dedica-se ao frevo há 25 anos entre ações de criação, educação e articulação entre a dança contemporânea e o frevo.

Entre as atuações e trabalhos com o frevo que compõe seu currículo, destaca-se o trabalho com o multiartista Antônio Nóbrega por dez anos entre diversos espetáculos e aulas, em especial o espetáculo e DVD de “9 de Frevereiro” com direção do cineasta Walter Carvalho. Além disso, foi professor do Instituto Brincante em São Paulo onde ministrou aula para professores da rede pública do Estado. Já recebeu diversos prêmios por seu trabalho, incluindo o Prêmio Personalidade Cênica do Ano do jornal Diário de Pernambuco, em 2015, e em 2018 recebeu o Prêmio Ayrton Almeida de Carvalho de preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco entregue pelo Governo de Pernambuco pelas ações do “Mexe com tudo”, canal sobre o Frevo, que mantém, dirige e produz no Youtube.

Serra Talhada vai receber um grande artista que já levou seu trabalho para os quatro cantos do mundo, incluindo países como Estados Unidos, Chile, Alemanha, França, Portugal, china e Suíça. É o projeto “Transpondo o Passo” transpondo o ensino e aprendizagem da dança do frevo para outros territórios, permitindo o intercâmbio de ideias e parcerias com grandes profissionais e amantes do frevo!

O Projeto tem incentivo do FUNCULTURA/FUNDARPE – Secretaria de Cultura/Governo de Pernambuco e apoio institucional da Fundação Cultural de Serra Talhada.

Fotos: Acervo pessoal do artista