A COMPANHIA DE DANÇAS POPULARES TXAI (leia-se tchai) fundada a 11 de Setembro de 1999.  Hoje com 29 integrantes, entre músicos e bailarinos, foi criada com o objetivo de pesquisar e desenvolver os diversos aspectos da cultura popular brasileira. Acreditando na pesquisa como fonte histórica de informações, tem ainda, como veia, tudo o que se diz respeito ao folclore (nacional e internacional).

Valorizando o talento dos nossos artistas, a Companhia de Danças Populares Txai tornou-se um dos principais atrativos turísticos de Fortaleza – CE, realizando trabalhos em todos os meios artísticos, como congressos, casa de shows, convenções, workshop, festas, atividades em colégios e ainda dedicando-se a eventos beneficentes e outras manifestações populares.
Entre inúmeras pesquisas, oficinas de arte, estudos bibliográficos e dinâmicas de grupo para informar, debater, desenvolver e descobrir outros meios de lidar com a cultura popular, tem no seu repertório a montagem dos espetáculos Uma Metade de Mim, Dançando Nordeste, Ceará: Nossa arte nossa cultura, Alma Nordestina, Vida de Negro, Nos Ritmos do Ceará e Raça Brasil. Neste ano foi selecionado para se apresentar no 14º Encontro Nordestino de Xaxado.
Sob a direção de Lairton Guedes, coreógrafo premiado pela ABIQUA (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCENTIVO À QUALIDADE), com sede em Bauru/SP, a Cia. de Danças Populares Txai tem participado de alguns Festivais, Encontros Culturais e Ações Sociais. 

Já o GRUPO DE XAXADO CABRAS DE LAMPIÃO é o maior divulgador desta dança e mantém a originalidade e autenticidade conforme criada pelos bandoleiros do sertão. É uma trupe de artistas sertanejos – exatamente da cidade que nasceu Virgolino Ferreira da Silva, o LAMPIÃO – que reproduz no palco como os cangaceiros se divertiam nas caatingas, nos intervalos dos combates. Presente desde a primeira edição este grupo não poderia ficar de fora do 14º Encontro Nordestino de Xaxado.

Seu espetáculo traz os cangaceiros para frente das luzes e o cangaço se transforma em um show de arte, com uma nova e revolucionária imagem do Rei do Cangaço. É uma produção que conduz o expectador a um mergulho no mundo mágico e místico do sertão. Com músicas ao vivo – sanfona, triângulo e zabumba – e um repertório do cangaço, MPB e uma indumentária semelhante a dos cangaceiros, a saga de Lampião é mostrada de forma envolvente e com singular beleza.

SERVIÇO: 14º Encontro Nordestino de Xaxado, que acontecerá nos dias 06, 07, 08, 09 e 10 de novembro, na Estação do Forró, com polos na Feira Livre, em Escolas públicas e no Sítio Passagem das Pedras – onde nasceu Lampião, em Serra Talhada – Sertão do Pajeú, com incentivo do FUNCULTURA/FUNDARPE / SECRETARIA DE CULTURA / GOVERNO DE PERNAMBUCO.

Por Carlos Silva