O Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, realizou na sexta-feira (16), no Teatro de Santa Isabel, no Recife, a entrega dos prêmios dos vencedores do 4º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural, além da titulação dos seis novos Patrimônios Vivos do Estado (PV). Participaram da solenidade – uma comemoração ao Dia Nacional do Patrimônio Histórico, 17 de agosto.

Ao longo da cerimônia, às apresentações da Tribo Indígena Carijós do Recife, do Maracatu de Baque Solto Cambinda Brasileira, do Mestre Nado e do Mestre Calixto. A iniciativa integrou a programação da 12ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, promovida pela Secult-PE/Fundarpe.


Receberam o 4º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco os seguintes projetos: na categoria Formação, Clube Carnavalesco Mixto Seu Malaquias (1º lugar) e Cinema no Interior (2º lugar); na categoria Acervo Documental e Memória, Real Hospital Português (1º lugar) e Fundação Cultural Cabra de Lampião (2º lugar); e na categoria Promoção e Difusão, Canal Babau: Salvaguarda do Mamulengo Pernambucano (1º lugar) e Contos de Ifá (2º lugar). Cada um dos vencedores receberá um incentivo no valor de R$ 20 mil (primeiros lugares) e R$ 10 mil (segundos lugares).

Nessa quarta edição, foram inscritos 34 projetos, dos quais 21 da Região Metropolitana, 3 do Agreste e 9 do Sertão. Além dos vencedores, a comissão, também fez menções honrosas às seguintes iniciativas: Educação para Museus (Formação), Reorganização do Acervo Documental da Arquidiocese de Olinda e Recife (Acervo Documental e Memória) e XIII Kipupa Malunguinho (Promoção e Difusão).

Para Cleonice Maria, presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião, receber este incentivo é motivo de muita comemoração. “Sinto uma alegria imensa em receber este prêmio incentivador para nossa entidade, que realiza a mais de 25 anos um trabalho de preservação da memória de um movimento marcante na história do Nordeste e de seu maior expoente, Lampião. O momento é de gratidão”.