O município de Serra Talhada, Sertão de Pernambuco, ganhou na última quarta-feira (24/07) – três estátuas que homenageiam os cangaceiros Lampião, Maria Bonita e o Zabelê, os 2 cangaceiros são filhos natural da capital do Xaxado. A cerimônia de inauguração aconteceu durante a abertura do “Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço” evento de artes integradas realizado pela Fundação Cultural Cabras de Lampião a quase 20 anos no município e foi a entidade que adquiriu as Esculturas.

As estátuas de 1,90m de altura, estão expostas num pedestal na área externa do Museu do Cangaço, no Parque da Estação Ferroviária no bairro São Cristóvão e foram confeccionadas pelo artista pernambucano, Zaldo Mendes, que tem uma larga experiência na confecção de estatuas, estas que homenageiam essas figuras históricas serão mais um atrativo turístico para Serra Talhada.

História – Em 1991, um plebiscito decidiu pela construção de uma estátua em homenagem a Lampião, uma discussão acalorada que ganhou as páginas dos jornais da época. De acordo com a Justiça Eleitoral de Serra Talhada, 76% dos eleitores (2.289 pessoas) votaram pelo “sim”, contra 22% do “não” e 0,8% de abstenções.

 A falta de dinheiro, além de divisões políticas, impediu o início da construção das obras. Segundo a presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião, Cleonice Maria, responsável pelo Museu do Cangaço, algumas pessoas, assim como, em 1991 prometem vandalizar as peças, mas ela diz não ter medo das ameaças.

A fundação vem desenvolvendo, desde 1991, um trabalho de conscientização para que as pessoas da cidade enxerguem Lampião e o Cangaço como símbolo de resistência.

O ato inaugural contou com a presença de autoridades, como o Prefeito, vereadores, empresários e de membros do Conselho Estadual de Patrimônio, inclusive seu presidente o Sr. Aramis Macedo.

Venha ao Museu do Cangaço e conheça mais este atrativo. Informações e Agendamento: 87.3831.3860 e/ou 99664.2964

Por Carlos Silva – Assessor de Comunicação da FCCL