No dia 9 de fevereiro, o Frevo completará 113 e as cidades de Serra Talhada e São José do Belmonte serão contempladas com o projeto FREVO: RECONSTRUINDO MEMÓRIAS DE NOSSA CULTURA.

No dia 10 de fevereiro as ações ocorrerão na Escola Estadual Antônio Timóteo às 10h, em seguida, no dia 11, a Escola Estadual Professor Manuel de Queiroz e Escola Municipal Marizinha Barros, ambas de São José do Belmonte recebem a Aula Espetáculo com o Passista de Frevo e produtor cultural Gil Silva e sua turma com a Sobrinha e suas memórias sobre os passos, os ritmos e a musicalidade do FREVO, Patrimônio Imaterial da Humanidade.

Serão contempladas ainda, o Colégio Municipal Cônego Torres, a Escola Municipal Manuela Fernandes de Araújo Leão e a Escola Estadual Napoleão Araújo de Bom Nome, Distrito Rural de São José do Belmonte, a escola de Referência em Ensino Médio Cornélio Soares, a Escola Municipal Francisca Godoy e a Escola Municipal Maria Alves Bezerra, ambas na Zona Rural de Serra Talhada e a Escola Municipal Zuleide Feitoza de Carvalho.

O PROJETO FREVO: RECONSTRUINDO MEMÓRIAS DE NOSSA CULTURA, traz uma aula-espetáculo, com passistas, músicos e o palestrante/professor de frevo, para que os estudantes compreendam a sua trajetória e transformação, mostrando diferentes sentidos e valores. As ações do projeto também contempla a distribuição de cartilhas no formato de literatura de cordel, o texto da cartilha foi desenvolvido pelo artista Emanuel de Carvalho, o cordel também recebe xilogravuras criadas pelo artista plástico Rômulo Magalhães.

O frevo enquanto linguagem que expressa a dança e a música tipicamente pernambucana e que teve seu reconhecimento como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO, em cerimônia realizada na cidade de Paris, em 2012, é símbolo de “pernambucanidade” e vai além da dança, tem história e marcas que precisam ser conhecidas por todos, a aula espetáculo é um despertar para este conhecimento.

O frevo nasce em Pernambuco,

Das marchas, Polcas, Dobrados,

Os maxixes também trazem

Pro frevo um grande legado,

Passos tem pra mais de cem

O idoso entra também,

Todo mundo é convidado.

 Trecho da cartilha

Autor: Emanuel de Carvalho

 Por Carlos Silva – Assessor de Comunicação e Imprensa do Projeto