A CAMINHO DO TRIBUTO A VIRGOLINO – O FOGO DA SERRA GRANDE foi onde Lampião liderando pouco mais de cinqüenta cangaceiros enfrentou um contingente de mais de trezentos soldados, num tiroteio que começo de manhã e terminou no final da tarde, provocando a morte de dezenas de policiais, sem nenhuma baixa no lado dos cangaceiros. Esse fogo foi o maior tiroteio da história do cangaço. Foi após essa peleja que Lampião escreveu para o governador de Pernambuco, dividindo o  Estado, assinando com Governador do Sertão. Essa história é uma nova cena que está no MASSACRE DE ANGICO – A MORTE DE LAMPIÃO, nos dias 24, 25, 26, 27 e 28 de julho de 2019, na Estação do Forró, em Serra Talhada. Texto de Anildomá Willans de Souza / Direção Izaltino Caetano / Produção Fundação Cultural Cabras de Lampião.