Com o propósito de não ficarem parados durante este período de isolamento social, a Equipe Teatral de Serra Talhada – ETEAST, se renova e lança dois projetos virtuais para se manterem na ativa e seguirem realizando teatro e audiovisual, além de manter os atores e atrizes, que compõem seu elenco, ATUANDO.

O primeiro projeto veio de um experimento entre a Poesia Erótica, escrita pelo multiartista Carlos Silva/Sett, numa junção de poesia recitada, e imagens captadas pelas lentes do Hícaro Nogueira, também multiartista. O segundo projeto, junta a talentosa atriz Dorotea Nogueira, e Carlos Silva, numa espécie de teatro gravado; em que os divertidos personagens ‘Ambrósio’ e ‘Filomena’, trazem para o espectador um humor sadio e irreverente. Na Sitcom – “Um Conto de Inverno”, com Roteiro de Gilberto Gomes, outro artista serra-talhadense de múltiplos talentos: atua, dirige, escreve e se destaca como acadêmico na Academia de Letras do Sertão Pernambucano – ALESPE

Essas ações mostram a vontade da equipe de artistas continuarem atuando, mesmo em tempos de quarentena, seja no teatro, na literatura, ou no audiovisual, eles seguem resistindo no fazer para de fato existir, mostrando que transformações e mudanças fazem parte constantemente de almas criativas, e que os artistas são seres iluminados. “Este tão adverso momento há de passar, e a arte em nós precisar se manter pulsante e intensa, pois é da poética que tiramos energia para seguirmos vivos”. Declara Carlos Silva/Sett. Já o jovem Hícaro Nogueira, argumenta: “Não podíamos parar com tudo, e tivemos que nos reinventar. Seja por meio de Lives, seja com essas produções gravadas, estamos nos mantendo próximos do nosso público e alargado fronteiras, pois, pelas redes sociais (Facebook e Instagram), estamos alcançando até mesmo outros países, como Holanda, Irlanda, Egito, entre outros”.

Já Dorotea, é uma entusiasta e acolhe com alegria a iniciativa da ETEAST, que usa as dependências do que eles chamam de ‘Solar das Nogueiras’ para gravações, em quantidade reduzida e levando em conta os procedimentos exigidos pela O.M.S. O artista é inquieto, é criativo e jeitoso, em conversas, fomos preparando vídeos e postando. Devido o alcance notável e aceitação do público, dar continuidade neste tempo de tantas notícias ruins, chegarmos com alegria através das redes sociais, é um alento”. Ressalta a atriz.

A ETEAST segue ainda aos sábados com seu grupo de estudos virtual, coordenado pela atriz, dançarina e professora de teatro, formada pela URCA – Universidade Regional do Cariri, Leandra Nunes.
Quem quiser apoiar a iniciativa, pode fazer contato com @Carlossilvaator no Instagram e/ou facebook.